> > > Residência Interlagos

Residência Interlagos

Residência Interlagos
Com base no conceito de pilotis, a equipe do Sidonio Porto Arquitetos Associados fez da Residência Interlagos um grande vão livre cercado por verde, que envolve todo o terreno Foto/Imagem:Romulo Fialdini

Em meio a pilares e jardins

Desde a entrada até a piscina que fica nos fundos, é possível perceber todo o térreo da Residência Interlagos – um projeto arquitetônico assinado pelo escritório Sidonio Porto Arquitetos Associados. Em meio a pilotis e jardins, as paredes de vidro contornam o pavimento no qual acontecem as principais atividades da casa, localizada em São Paulo. Por conta disso, a sensação de estar fora da morada é praticamente contínua.

Como descreve a equipe do Sidonio Porto, o partido arquitetônico da residência foi concebido com base no conceito de pilotis. O objetivo era criar uma plataforma sustentada por esses pilares estruturais, para obter um grande vão livre e resultar numa edificação visualmente mais leve.

Além disso, os fechamentos externos em vidro temperado contrapõem-se à estrutura da casa, feita de concreto moldado in loco, bem como às paredes internas em drywall e à alvenaria acabada com massa raspada.

Térreo contínuo

Segundo os arquitetos, a orientação solar determinou a organização dos três setores da Residência Interlagos. Assim, o social voltou-se para norte e noroeste; o íntimo para nordeste, norte e também noroeste; e o de serviços para sudoeste.

O lance de escadas conduz o usuário ao andar dos dormitórios e à coberturaFoto: Romulo Fialdini

O térreo, onde estão as áreas sociais e de serviços, segue conectado ao jardim em toda sua extensão. Além do entorno, o verde ainda está presente no interior da residência, mais precisamente ali no hall de entrada, onde foi inserida uma pequena praça embaixo das escadas que levam aos andares superiores. A conclusão dos arquitetos é que “a vegetação participa intensamente do dia a dia dos moradores”.

Ao passar pelo pé-direito, por sua vez ocupado pelos lances de escada, o usuário chega à sala de estar que se mantém completamente conectada à sala de jantar. O mesmo piso em porcelanato reforça a sensação de integração entre esses espaços, bem como em relação à cozinha gourmet. Com geometria alongada, este ambiente se caracteriza por um volume encaixado sobre pilotis e iluminado por sancas.

Já a área íntima, situada no segundo andar, foi disposta para que todos os ambientes pudessem desfrutar da paisagem arborizada. O quarto do casal, por exemplo, integra-se à natureza por meio das esquadrias de correr em alumínio anodizado, esbanjando uma vista que se volta para a Represa de Guarapiranga. No último andar, a cobertura foi tratada como um grande solário e mirante.


Escritório

Sidonio Porto Arquitetos Associados7 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Área construída: 500

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo