,
> > > Casa NGR

Casa NGR

Casa NGR
A Casa NGR foi concebida de acordo com a orientação solar e visual para que os moradores tivessem contato com o lago dos fundos Foto/Imagem:Marcelo Donadussi

Vista generosa

Localizada em um condomínio de luxo em Xangri-lá (RS), a Casa NGR foi concebida de acordo com as condicionantes do terreno e o programa de necessidades dos proprietários. Nossa inspiração para a Casa NGR veio da arquitetura brasileira de raiz: materiais rústicos e texturas aparentes, compostos num jogo de volumes limpo, mas ao mesmo tempo, impactante Maurício Ambrosi RissingerA ideia era aproveitar ao máximo a vista para o lago situado nos fundos e criar espaços organizados e funcionais ao longo dos 510 m² de área.

Assim, o escritório Oficina Conceito Arquitetura – responsável pelo projeto arquitetônico – optou por deixar todos os dormitórios do pavimento superior voltados para o lado norte (de onde se avista o lago) e criar uma área social integrada, ideal para reunir amigos e familiares.

“Nossa inspiração para a Casa NGR veio da arquitetura brasileira de raiz: materiais rústicos e texturas aparentes, compostos num jogo de volumes limpo, mas ao mesmo tempo, impactante”, revela o arquiteto Maurício Ambrosi Rissinger.

Layout integrado

Como o lote estava posicionado de frente para o muro do condomínio, no lado sul, a fachada de acesso foi fechada. Com o fechamento total dessa face, o deslocamento do pavimento superior criou uma generosa varanda para o térreo, garantindo mais privacidade aos três dormitórios do andar superior e os aproximando do lago.

No térreo, um hall de entrada separa a garagem de uma suíte e um lavabo, permitindo também o acesso à área de convivência. O corredor é marcado por uma estreita cobertura de vidro, que cria um jogo de sombra e luz com elementos tridimensionais que revestem a parede.

Seguindo adiante, encontram-se a cozinha, as salas de estar e de jantar e a varanda, todas amplamente integradas e voltadas para a área de lazer. Portas de correr de ponta a ponta são responsáveis por deixar os ambientes abertos ou fechados, além de permitirem a entrada de iluminação e ventilação naturais.

Casa NGR - Vista generosa
Com as portas de correr, a casa recebeu generosa entrada de iluminação e ventilação naturaisFoto: Marcelo Donadussi

O design inovador da escada que leva até o segundo andar é um dos destaques da Casa NGR. Dividida em duas partes, os três primeiros degraus são parte de um grande banco que se espalha pela sala de estar e os outros são em concreto aparente engastado na parede.

É no pavimento superior que se encontram as três suítes e um estar íntimo. Toda a circulação e espaços desse andar permitem vista para o lago com grandes janelas envidraçadas revestidas de venezianas, para garantir a privacidade dos moradores. Além disso, cada quarto tem uma minivaranda protegida por guarda-corpo de vidro.

O projeto de iluminação valoriza as texturas dos materiais. No exterior focamos o revestimento em pedra e na parte interna os tijolos aparentes pintados de branco Maurício Ambrosi Rissinger

Janelas de diversos tamanhos foram distribuídas aleatoriamente na parede do lado sul para abrir visão à cobertura verde que está no telhado do primeiro pavimento. “A Casa NGR possui cobertura verde, aquecimento da água utilizando a energia solar e uma ótima ventilação natural”, conta o arquiteto.

Materiais naturais

Por se tratar de uma casa de praia, os materiais foram escolhidos para exibir a brutalidade e o clima do litoral. Assim, as texturas são naturais, com menos brilho e cristais, focando mais na essência de cada um do que na estética.

A fachada principal da Casa NGR é marcada por revestimento em pedra no térreo, que ajuda a aquecer o ambiente. Já o concreto aparente que reveste o andar superior impacta por ser mais pesado, contrastando com o grande balanço estrutural da sacada dos fundos.

Rissinger explica que escolheram a pedra para o térreo por conta de sua rusticidade, e a caixa de concreto aparente para o segundo pavimento por sua robustez, criando contraposição com o ripado de madeira aplicado nas esquadrias.

A bancada em ilha que separa a cozinha da sala de jantar é de concreto aparente, assim como todo o piso da residência. Já as paredes internas são de tijolos aparentes pintados de branco, gerando um bonito contraste com a robustez do concreto.

“O projeto de iluminação valoriza as texturas dos materiais. No exterior focamos o revestimento em pedra e na parte interna os tijolos aparentes pintados de branco”, conclui o arquiteto.

Escritório

Oficina Conceito Arquitetura3 projeto(s)

Local: RS,Brasil
Início do projeto: 2015
Conclusão da obra: 2016
Área do terreno: 510
Área construída: 330

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

SlideshowDesenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo