> > > Zighizaghi

Zighizaghi

Zighizaghi
Inspirado na estrutura de favos, o parque urbano Zighizaghi explora as formas geométricas Foto/Imagem:Giuseppe Guarneri

Hexágono urbano

A estrutura térrea, feita de madeira com desenhos geométricos, chama a atenção dos que caminham por uma das calçadas do município italiano de Favara, na Sicília. A alguns centímetros do chão, ela se sobressai e insere as pessoas em uma atmosfera bem diferente da via pública. Assim apresenta-se o Zighizaghi, como um parque urbano de 320 m² – multissensorial e ajardinado –, que foi concebido pelo escritório OFL Archicteture para oferecer à cidade um novo tipo de espaço público.

Os arquitetos responsáveis pelo projeto arquitetônico, Francesco Lipari e Giuseppe Conti, contam que o equipamento urbano também teve a cooperação dos clientes: as empresas Miliashop (loja de móveis) e Farm Cultural Park (centro cultural). Eles uniram as ideias para criar um lugar acolhedor, que pudesse reinventar a forma com que os habitantes interagem com a urbe. O resultado disso é uma combinação harmônica entre madeira e vegetação.

Zighizaghi - Hexágono urbano
A estrutura é feita de madeira compensada com resina fenólicaFoto: Riccio Blu

Segundo Lipari e Conti, a sensibilidade particular da Miliashop em desenvolver soluções de mobiliários de maneira sustentável contribuiu para definir o design do parque. A inspiração partiu da geometria dos favos – que são produzidos pelas abelhas para a construção de seus ninhos – e se definem pela união de alvéolos hexagonais. No Zighizaghi, alguns vazios são criados para serem preenchidos por flores.

Por meio de vegetação, arquitetura e tecnologias, o parque também é equipado com um sistema de irrigação automatizado, que conserva as espécies que compõem o jardim.

Plano duplo

O projeto do Zighizaghi se faz em dois níveis: na horizontal, onde está o piso geométrico; e na vertical, em função das luminárias com alto-falantes acoplados. No primeiro caso, a estrutura é feita de madeira compensada com resina fenólica, que assume infinitas configurações graças à modularidade e flexibilidade de sua geometria. Já o plano perpendicular é composto por seis poliedros na vibrante cor vermelha, com corpo de luz e aparelho de emissão de som. Esses elementos tridimensionais contaminam os arredores da cidade por meio da arquitetura.

De acordo com os arquitetos, o projeto interativo transforma o espaço ao ar livre em um ambiente dinâmico, no qual a música é o elo entre a natureza e o visitante.

Escritório

OFL Architecture1 projeto(s)

Local: MI,Itália
Conclusão da obra: 2016
Área construída: 320

Tipo de obra:
Praças e parques
Tipologia:
Urbanismo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

SlideshowDesenhos e plantas
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo