> > > Casa Rocas

Casa Rocas

Casa Rocas
Projetada pelo studio mk27, a Casa Rocas está localizada no ponto mais alto de um terreno em El Pangue, no Chile, de forma que é possível contemplar a vista oceânica de todos os espaços Foto/Imagem:Fernando Guerra

Fusão com a paisagem

O ponto de partida do studio mk27 para desenvolver o projeto arquitetônico da Casa Rocas foi a preservação da vista do terreno, localizado em frente ao mar de El Pangue, no Chile. A casa fica no patamar mais alto do lote, de forma a possibilitar a contemplação do horizonte. "De todos os ambientes principais é possível observar o oceano sem nenhuma intervenção," conta a arquiteta Renata Furlanetto.

Planejada como residência de férias, aconchegante e funcional, a Casa Rocas tem um programa divido em três níveis – piscina, térreo e pavimento superior – justamente como forma de garantir a vista do entorno.

“Como o terreno é estreito e muito íngreme, nosso maior desafio foi vencer este grande desnível e acomodar a edificação entre a chegada pela rua e os níveis de acesso à casa”, relata Furlanetto.

Design rústico

Os muros laterais da área térrea são feitos de pedra rústica, própria da região, contribuindo para uma inserção natural no terreno, com o mínimo de intervenção. Esses dois muros recebem, como uma gaveta, a caixa programática do térreo da residência, que inclui a parte social e de serviço.

O bloco que contém toda a parte privativa da Casa Rocas protege a entrada da casa, formando uma marquise, e aproveita a área da caixa programática, que está abaixo, como um terraço.

Os arquitetos criaram um desnível entre a sala e a piscina, para ampliar as possibilidades de contemplação do belo horizonte quando se está dentro e quando se está fora da casa. “Uma das grandes emoções do projeto é a chegada pelo pátio, que logo traz a descoberta da vista com a abertura generosa da porta principal”, comenta a arquiteta.

Fachada e materiais

A fachada do pavimento superior é um ripado de trespa, um tipo de aglomerado industrializado e sólido que recebe acabamento melamínico no padrão de madeira, específico para uso em fachada, e que resiste às condições ambientais agressivas, pela proximidade do mar, como é o caso da Casa Rocas.

Os principais materiais usados na parte exterior do projeto são a madeira, o aço e as pedras. Já o projeto de interiores é marcado pelo uso de materiais naturais como a pedra e a madeira, como uma extensão do exterior.

Casa Rocas - Fusão com a paisagem
Os arquitetos criaram um desnível entre a sala e a piscina para fazer com que o horizonte pudesse ser plenamente contemplado, sem intervenções, tanto de dentro da casa quanto da área externa Foto: Fernando Guerra

Iluminação e paisagismo em harmonia

A automação da luz foi realizada de maneira simples para evitar uma manutenção muito complexa, uma vez que a casa fica numa cidade de veraneio.

O projeto de iluminação, por sua vez, está fortemente ligado com o layout. “Demos prioridade à iluminação indireta e decorativa, a fim de criar uma atmosfera tranquila e aconchegante. Já o conceito que usamos para o paisagismo foi reproduzir a paisagem natural do local”, conclui Furlanetto.


novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo