> > > Edifício residencial Città Giardino

Edifício residencial Città Giardino

Edifício residencial Città Giardino
O edifício residencial Cittá Giardino, projetado pelo escritório Sito Arquitetura, é referência de construção de luxo em Belo Horizonte, Minas Gerais Foto/Imagem:Jomar Bragança

Suntuoso e moderno

O edifício residencial Città Giardino, projetado pelos arquitetos da Sito Arquitetura, foi idealizado para ser um marco na paisagem de Belo Horizonte, Minas Gerais. Ele está implantado no alto de uma colina, cercado por uma área verde, o que foi propício para a execução do projeto arquitetônico. “A intenção do cliente era criar um edifício monumental e marcante, que fosse referência de construção de alto luxo na cidade, tanto em termos de programa de espaços, quanto no conceito e linguagem arquitetônica”, explica a arquiteta Anna Cristina Ávila, uma das sócias do escritório.

Apartamentos com vista

A localização do terreno onde o edifício Città Giardino foi construído, no topo de uma colina, implicou alguns cuidados extras, especialmente com a preservação das características naturais do entorno. O projeto buscou tirar proveito da localização, de forma a aproveitar ao máximo a bela paisagem da cidade.

Linhas marcantes

As linhas arquitetônicas são puras e marcantes e partem de linhas retas que geram ângulos instigantes a partir de cada perspectiva. “O volume foi tratado com pouca variação de materiais e elementos. Houve somente contrastes sutis, de forma a destacar cada face. Grandes aberturas em vidro reforçam as linhas horizontais da fachada, gerando contrastes com a grande massa que compõe a edificação”, conta o arquiteto André Abreu, também sócio da Sito Arquitetura.

Fachadas que ventilam

Gustavo Rocha, do mesmo escritório, explica que as fachadas do edifício Città Giardino foram revestidas em quase toda a sua extensão com placas de granito cinza, usando-se a técnica de 'fachada aerada'. "Nesta técnica, as placas são fixadas em estrutura metálica sobreposta às alvenarias, criando um espaçamento entre estas, de forma a prevenir rachaduras ou infiltrações”, relata.

Distribuição do layout

O programa de espaços do projeto reflete a majestosa estrutura em todos os ambientes, como na área comum, na área de lazer, na quadra de tênis, no campo de golfe, na área livre com piscinas descobertas, cobertas e aquecidas, no salão de festas climatizado e com isolamento acústico, entre outros espaços do edifício Città Giardino. O mesmo pode ser observado na escala dos apartamentos, concebidos com área útil de 700 m², com espaços generosos e bem distribuídos.

As soluções estruturais permitiram grandes vãos com poucos pilares e vigas, pelo uso de lajes nervuradas. Além disso, a disposição dos ambientes foi definida levando em conta a fácil adaptação de futuras intervenções e integrações entre eles.

Elementos de destaque

“Acredito que o hall de entrada do edifício Città Giardino é uma das áreas que mais se destacam, com pé-direito triplo, valorizado por uma escada metálica circular escultórica que marca de forma contundente a amplitude do espaço”, opina Abreu.

Ávila comenta que a escada é considerada a obra de arte do projeto, por se tratar de uma escada circular, sem pilares de sustentação, somente apoiada nas suas bases de encontro com os andares.

Projeto de interiores

O projeto de interiores das áreas comuns foi concebido seguindo a linguagem arquitetônica contemporânea do edifício, ou seja, procurando-se explorar linhas puras, contrastes e poucos materiais e analisando as áreas marcantes e imponentes de forma geral.

Sustentabilidade e iluminação

O edifício Città Giardino possui recursos sustentáveis, como o uso de aquecimento solar e de automação. “Em termos de soluções tecnológicas foi dada grande importância ao tratamento acústico, tanto nas unidades autônomas, com o uso de vidros duplos encaixilhados e vedados para isolar os ruídos externos, como na área do salão de festas, onde um extenso estudo foi realizado para se obter absorção acústica, além da sonorização adequada a este local”, declara Rocha.

Sobre o projeto de iluminação, Ávila conta que o trabalho foi realizado em parecia com uma empresa especializada nesse setor. "A equipe definiu os tipos de luminárias e lâmpadas tendo em vista tanto o design contemporâneo das peças quanto os efeitos de luz e temperatura, visando a manter coerência entre projeto luminotécnico e projeto de arquitetura”, finaliza a arquiteta.


Escritório

Sito Arquitetura16 projeto(s)

Local: MG, Brasil
Início do projeto: 2003
Conclusão da obra: 2006
Área do terreno: 7.200
Área construída: 21.000

Tipo de obra:
Edifícios Residenciais
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo