> > > Casa do Colecionador

Casa do Colecionador

Casa do Colecionador
A Casa do Colecionador foi arquitetada para acomodar, com muito estilo, a coleção de carros, bebidas e bicicletas do proprietário Foto/Imagem:Xico Diniz

Projeto personalizado

Com design contemporâneo marcante, a Casa do Colecionador foi projetada pelo escritório SQ+ Arquitetos Associados para abrigar coleções de carros, bebidas e bicicletas do proprietário. Essa proposta norteou a decoração e todo o projeto arquitetônico da construção, localizada em Salvador (BA).

Marcada por linhas retas, grandes aberturas e transparências, a residência tem a forma de ‘U’ e utiliza painéis deslizantes envidraçados de maneira que todos os espaços se abram à área de lazer no centro do terreno, que é cercado por muros altos. Os vidros favorecem a entrada de luz natural nos ambientes durante o dia e uma integração entre exterior e interior.

Entrada para carros

Uma grande porta de madeira foi projetada na entrada da área social, de modo que o proprietário possa ter sempre um de seus carros expostos no living da casa.

A área interna da residência tem pé-direito duplo e os ambientes são totalmente integrados.

Para garantir a ventilação cruzada, foram instaladas janelas de vidro em diversos cantos, incluindo no mezanino, e todo o volume recebeu cobertura plana impermeabilizada com manta termoacústica. “Ao abrir os painéis de correr, com vidro duplo, no living, o ar quente sobe e sai por essas aberturas. A camada de ar entre eles evita um maior aquecimento interno, favorecendo a eficiência energética”, explica Quintela.

Com dois pavimentos, a Casa do Colecionador foi concluída em dez meses, pois 70% das estruturas foram empregadas pré-fabricadas, como a metálica. Os pilares e as vigas são de concreto pré-moldado, e somente as lajes de concreto foram feitas no canteiro de obras.

Projeto de interiores

O arquiteto conta que, para tornar os espaços aconchegantes, foram aplicadas diversas texturas nos acabamentos. Por exemplo, a base do ‘U’, que é a parede maior e cega, recebeu como revestimento a pedra canjiquinha.

“Nela [parede], foram fixadas as estruturas metálicas do mezanino e da escada, além das prateleiras de cumaru que apoiam outras coleções do morador, como bebidas”, completa.

Para unificar a altura do pé-direito, a mesma madeira que foi utilizada nos degraus também foi aplicada no assoalho do mezanino e no forro. "O contraste do concreto (frio) com a madeira (quente) é algo que salta aos olhos", expõe Quintela.

Seguindo uma linha eclética, a Casa do Colecionador possui uma mistura harmoniosa das peças em tons de cinza, preto e branco, madeira e grafismo, que fazem referência ao universo masculino da década de 1970.

O projeto de paisagismo, apesar de discreto, complementa bem a decoração, pois o verde contrasta com a frieza do concreto e traz aconchego ao projeto.

Área de lazer

O projeto também foi pensado para atender às necessidades de lazer dos clientes nos fins de semana. A piscina é abraçada pela casa e é um elo de ligação entre a área do living e a do jantar/gourmet. Integrada ao seu entorno, ela convida a uma intensa utilização pelo proprietário e amigos, especialmente com as altas temperaturas da capital baiana”, conclui Quintela.


Produtos utilizados nesta obra

Pedra Hijau Lisa

Palimanan

Escritório

Sidney Quintela Arquiteto12 projeto(s)

Local: BA, Brasil
Início do projeto: 2014
Conclusão da obra: 2015
Área do terreno: 552
Área construída: 468

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo