> > > Lakhta Centre

Lakhta Centre

Lakhta Centre
Ecologicamente eficiente e inspirado nas ondas do mar, o Lakhta Centre foi erguido em São Petersburgo para reunir diversas funções públicas na zona econômica da cidade Foto/Imagem:Divulgação Lakhta Centre

Ousadia arquitetônica

O Lakhta Center, de autoria do escritório RMJM, tornou-se uma atração diferenciada na bela cidade de São Petersburgo, na Rússia. O projeto do edifício nasceu com o propósito de abrigar uma série de serviços públicos, que, juntamente com uma forte infraestrutura de transporte ao redor, compõem um complexo muito funcional na zona econômica da cidade.

O cliente, Gazprom Group, definiu como objetivo principal desenvolver um projeto para a área que atendesse às necessidades da população local.

Design proposital

São Petersburgo é uma cidade composta por admiráveis arquiteturas horizontais e contínuas, muitas delas centenárias. Assim, o formato espiral da torre do Lakhta Centre se destaca em meio aos demais edifícios da paisagem. A temática se estende ao restante das estruturas do projeto, que apresentam um formato de onda, simbolizando o poder do mar, uma vez que estão localizadas próximas a ele.

O prédio foi originalmente planejado para ser ficar no centro histórico da cidade. No entanto, o projeto – então chamado Okhta Centre – gerou opiniões divergentes entre os moradores da cidade, que questionaram as consequências para o cenário de sua amada São Petersburgo. No fim, a torre foi transportada para a sua atual localização, adotando um outro nome e se inserindo em um novo contexto.

O design da torre em espiral foi influenciado pelo conceito de torção. Os designers do edifício procuraram encontrar um equilíbrio entre as zonas públicas e os escritórios, optando por criar uma comunidade dentro do edifício. Fora do projeto, foi planejada uma área circundante verde e espaços paisagísticos.

Lakhta Centre - Ousadia arquitetônica <BR>
Em junho de 2015, o Lakhta Center preencheu os requisitos de pré-certificação LEED Gold graças à sua construção ecologicamente eficiente Foto: Divulgação Lakhta Centre

O Lakhta Centre conta com um anfiteatro aberto, com capacidade para 2.000 pessoas e um passeio aberto ao público em meio às suas áreas verdes. A obra já é considerada a mais alta da Europa e já obteve o recorde mundial de despejamento de concreto contínuo, com 19.624 m³ retirados durante um período de 49 horas.

Diferenciais técnicos

O cliente Gazprom Group é uma empresa de energia global, por isso, o Lakhta Centre incorpora diversas inovações de eficiência energética no seu design. Como, por exemplo, os vidros duplos da fachada que aumentam o nível de isolação térmica, levando a uma redução de custos com aquecimento e ar condicionado. O interior só será aquecido pelo calor gerado pelo equipamento técnico de trabalho.

Para o inverno, ainda há um sistema de controle de formação de gelo que será implementado para proteger a fachada do edifício e também os usuários que passarem por ali, evitando a queda de gelo.

Através da aplicação de tecnologias inovadoras de construção, o consumo de energia para as necessidades do complexo de negócios será reduzido significativamente. Até cerca de 40% da energia elétrica será economizada no processo de operação graças a algumas tecnologias, como, por exemplo: estruturas de fachada com altas capacidades de isolamento térmico; iluminação LED; sistemas de aquecimento e resfriamento de absorção, ventilação natural, ventilação forçada de recuperação de calor; luz natural, vidraças panorâmicas; controle automático de iluminação, entre outros.

Em junho de 2015 o Lakhta Center preencheu os requisitos de pré-certificação LEED Gold pela sua construção ecologicamente eficiente.

Fornecedores desta obra

Escritório

RMJM6 projeto(s)

Local: , Rússia
Início do projeto: 2012
Conclusão da obra: 2018
Área do terreno: 400.000

Tipo de obra:
Uso Misto
Tipologia:
Uso Misto

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
    novidades fechar
    Receba o boletim da
    Galeria da Arquitetura
    veja um exemplo