> > > Edifício Villa Vincenzo

Edifício Villa Vincenzo

Edifício Villa Vincenzo
Assinado pelo Q_Arts Arquitetura, o Edifício Villa Vincenzo tem privacidade de casa e vista para uma natureza exuberante Foto/Imagem:Juliano Mendes Fotografia

Mirante gaúcho

Abraçado pelo entorno natural da cidade universitária de Santa Maria (RS), o Villa Vincenzo se estabelece num bairro ainda pouco densificado. Apesar de ser um edifício, o residencial assinado pelo Q_Arts Arquitetura tem ares e privacidade de casa, já que contempla espaçosamente uma unidade em cada um dos três primeiros pavimentos – sendo o terceiro associado à cobertura no quarto andar.

Além do estreito contato com a paisagem, os arquitetos prezaram pela orientação solar de forma a obter conforto térmico e iluminação natural, elementos fundamentais para a organização das zonas funcionais distintas.

O programa dos apartamentos

Voltada para a face norte, toda a área social se posiciona sentido à varanda e às grandes aberturas que emolduram o horizonte gaúcho. Aliada aos toldos retráteis, a disposição contribui para o controle da incidência solar no verão sem prejudicar sua atuação nos meses mais frios. A configuração permite, ainda, a adoção de ventilação cruzada, fundamental para a eficiência térmica.

O layout organiza as zonas funcionais de forma independente e intermediária. A área íntima contempla três suítes, que recebem o sol da manhã durante o ano todo.

As grandes aberturas que emolduram o horizonte Foto: Juliano Mendes Fotografia

O apartamento do andar mais alto difere dos demais em termos de programa e dimensões. A área social situa-se no pavimento da cobertura, reunindo a área íntima em um único pavimento. A sala de projeção integrada ao estúdio é um cômodo híbrido, capaz de configurar um dormitório para hóspedes quando necessário.

Especialmente nesta unidade, o projeto de interiores resgata materiais tradicionais. O concreto aparente foi o material elegido para os elementos fixos. Já a estante divisória teve seus blocos de concreto moldadas in loco. Além de ser a estrutura da biblioteca da residência, a estante também resguarda a escada de acesso à cobertura.

Pensado de acordo com preceitos de conforto visual e economia, o projeto luminotécnico também valorizou as diferentes texturas presentes nos ambientes.

O acesso ao terraço é limitado aos moradores do último pavimento. Além de mirante, o solário possui uma área pergolada de sombra com painéis para a produção de energia fotovoltaica. O muro de tijolinhos limita a área técnica que abriga instalações de ar-condicionado.


Escritório

Q_arts arquitetura4 projeto(s)

Local: RS, Brasil
Início do projeto: 2016
Conclusão da obra: 2019
Área do terreno: 430
Área construída: 1013

Tipo de obra:
Edifícios Residenciais
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo