> > > ECB - Eco Commercial Building Bayer

ECB - Eco Commercial Building Bayer

ECB - Eco Commercial Building Bayer
Primeiro “Eco Commercial Building” do Brasil, edifício multiuso da Bayer, instala-se em área verde sem prejudicar a natureza e aposta em soluções sustentáveis Foto/Imagem:Pedro Kok

Espaço consciente

Projetado para recepcionar clientes, com áreas multiuso e salas de reuniões, o ECB serve de apoio às atividades da Bayer e espaço de lazer aos funcionários. O edifício, localizado na sede da empresa em São Paulo, será o primeiro do programa mundial ‘Eco Commercial Building’ no Brasil e, quando finalizado, deve receber o certificado LEED Gold.

Eficiência energética

O pavilhão, construído com estrutura metálica e envolto por duas fachadas da mesma estrutura com policarbonato, cria um microclima no interior, funcionando como uma barreira térmica. Para sua composição, a Bayer exigiu a preservação da grande área verde existente.

De acordo com os arquitetos responsáveis pelo projeto, a obra usa produtos de excelente eficiência energética fabricados pela própria Bayer. “O policarbonato, material de maior destaque, possui alta resistência à carga térmica (raios ultravioleta) e aos ventos”, pontua Luis Capote.

Além disso, o projeto explora outras soluções relacionadas à sustentabilidade, como o espelho d’água que funciona como tanque de água para reúso, as placas solares para captação de energia e os brises para controle da incidência solar. “O forro é de OSB e os adesivos e selantes utilizados têm baixa emissão de VOC’s (Componentes Orgânicos Voláteis)”, complementa Roberto Loeb.

Integração

A área interna do edifício é totalmente integrada à externa. No interior os ambientes se conectam. “O layout permite grande flexibilidade de usos. As salas de reunião possuem painéis móveis, podendo ser adaptadas à necessidade de cada evento. A área do café, por sua vez, atende o fluxo de pessoas que passa para as salas e também pode atender a eventos maiores”, explicam os arquitetos.

Automação

Luz e ar-condicionado são controlados por automação. Além disso, o uso e a economia de energia podem ser acompanhados por usuários por meio de painéis instalados próximos às rampas de acesso ao edifício.

Paisagismo

O paisagista André Paoliello destaca a preservação das árvores integradas ao projeto. “Respeitamos as espécies pré-existentes seguindo o conceito de paisagismo sustentável e as diretrizes do LEED, com vegetações que demandem baixa manutenção e água. O espelho d´agua com espécies aquáticas e frutíferas também se destaca”, salienta.


Escritório

LoebCapote19 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2013
Área do terreno: 1300
Área construída: 400

Tipologia:
Corporativo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens

APROFUNDAMENTO TÉCNICO

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo