> > > Residência Mata Atlântica

Residência Mata Atlântica

Residência Mata Atlântica
Design limpo, amplitude, simplicidade – e uma posição fantástica com vista para a exuberante paisagem do Rio de Janeiro – dão personalidade à residência projetada por Indio da Costa Foto/Imagem:Patricia Parinejad

Mirante natural

Ela funciona como um mirante no meio de uma floresta. A partir de sua varanda é possível enxergar todos os ícones do Rio de Janeiro Luiz Eduardo Indio da Costa

Design limpo, amplitude, simplicidade, sacadas generosas, eficiência energética e uma posição fantástica. É assim que o arquiteto Luiz Eduardo Indio da Costa, titular do escritório Indio da Costa A.U.D.T., descreve o projeto. “Ela funciona como um mirante no meio de uma floresta. A partir de sua varanda é possível enxergar todos os ícones do Rio de Janeiro: a Baía da Guanabara, o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, a lagoa Luiz de Freitas, o Morro Dois Irmãos, a Pedra da Gávea, Ipanema e o mar”, conta.

O autor do projeto confessa que todas essas paisagens, de alguma forma, determinaram a solução arquitetônica da casa. Com três andares, a estrutura parece enterrada na vasta mata atlântica. O acesso é feito pelo nível intermediário, onde ficam as salas. Abaixo estão os quartos dos filhos e a parte íntima da família, e acima está o apartamento do casal, com acomodações independentes, que reúnem até uma pequena piscina.

Residência Mata Atlântica - Mirante natural
Com três andares, a estrutura parece enterrada na vasta mata atlântica. O acesso é feito pelo nível intermediário, onde ficam as salas Foto: Patricia Parinejad

Sustentabilidade e eficiência energética

Além do posicionamento privilegiado, a Residência Mata Atlântica carrega um princípio de sustentabilidade. A construção tem no centro um rasgo vertical e horizontal por onde entram luz e ar. “Com esta solução arquitetônica, os espaços se intercomunicam, a morada torna-se bem iluminada e, evidentemente, consome menos energia”, relata Indio.

Outros recursos que visam o conforto térmico e a economia de energia foram projetados. Nas varandas, coberturas e aletas se movimentam, painéis deslizam eletronicamente por fora da casa e venezianas gigantes tomam conta da fachada. Indio comenta que a vantagem dessas soluções está no maior controle da luz externa. “Ao implantá-las, deixamos a cargo do morador decidir se quer mais ou menos iluminação, se deseja enxergar a paisagem sem ser agredido por ela”.

Ainda pensando no conforto térmico e na economia de energia, o arquiteto projetou beirais por toda a construção. “É algo que eu uso muito, de grande importância na arquitetura tropical, pois o beiral faz uma transição natural do interior para o exterior da casa”, conta.

Com os rasgos verticais e horizontais os espaços se intercomunicam, a morada torna-se bem iluminada e, evidentemente, consome menos energia Luiz Eduardo Indio da Costa

Arte e natureza

A relação entre a arquitetura e a arte é um elemento determinante no projeto. Logo na entrada, há um grande painel refletivo feito pelo artista plástico e amigo da família Adriano de Aquino. Nele, o visitante e a paisagem incorporam-se à obra. “Foram usadas cores em degradê de azul do céu ao verde da floresta. E o fato de ele ser meio interativo – porque você se enxerga no painel – torna a obra parte da natureza”. Há, também, uma bela escultura de Franz Weissman, disposta estrategicamente no jardim.

Material predominante

Entre os materiais utilizados na construção – aço, alumínio, pedra e vidro – o mármore se destaca. Revestido, ele é usado em todo o piso da área social. Indio da Costa explica que ele unifica a casa. “Ele entra por todos os espaços, dando uma certa simplicidade. Não é o tipo de construção que você abre uma porta e tem uma surpresa, há sempre uma natural continuidade. Já na parte íntima usamos a madeira”.


Produtos utilizados nesta obra

Linha Progetto

Cerâmica Portobello

Linha Arquiteto Design

Cerâmica Portobello

Linha Link

Deca

Linha Izy

Deca

Linha GF80

EuroCentro

Linha GF200

EuroCentro

Escritório

Indio da Costa14 projeto(s)

Local: RJ, Brasil
Início do projeto: 2007
Conclusão da obra: 2010
Área do terreno: 45.000
Área construída: 2.200

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo