,
> > > Restaurante Authoral

Restaurante Authoral

Restaurante Authoral
Numa quadra de edifícios geminados, o Restaurante Authoral abre suas duas fachadas tanto para frente quanto para os fundos através de painéis metálicos Foto/Imagem:Haruo Mikami

Espaço de continuidade urbana

O Restaurante Authoral, localizado no bairro Asa Sul, em Brasília (DF), se difere dos outros edifícios geminados que conformam a quadra 302. Em vez de grandes letreiros fechando a face frontal e posterior sem serventia, a equipe do BLOCO Arquitetos resolveu abrir a casa para os dois lados através de telas metálicas. Assim, conseguiram inserir um elemento arquitetônico que dá continuidade ao espaço urbano.

A configuração do quarteirão onde o Authoral foi implantado segue o desenho urbanístico que o renomado arquiteto Lúcio Costa havia planejado para a capital do Brasil. Os empreendimentos comerciais apresentam a parte da frente voltada para uma rua mais movimentada, enquanto a posterior depara-se com a área residencial.

Como comenta o arquiteto Daniel Mangabeira, “na maior parte das vezes essa parte de trás do estabelecimento é composta por fachadas cegas, sem nenhuma possibilidade de acesso”. Então, o objetivo do escritório foi retomar o conceito de Costa, transformando a fachada posterior em uma ”fachada ativa”.

Estilo industrial e urbano

A reforma do Restaurante Authoral começou com a retirada de todos os elementos da antiga loja, sendo mantidas apenas a estrutura de concreto armado e a cobertura. Henrique Coutinho e Matheus Seco, que também são autores do projeto, definiram o progama da nova casa com áreas de apoio, banheiros e cozinha alocadas no subsolo. Assim, as fachadas estariam livres para os clientes apreciarem a paisagem verde do entorno.

Restaurante Authoral - Espaço de continuidade urbana
Materiais encontrados nas calçadas e nas paredes dos outros comércios, como os tijolos maciços e o cimento queimado, também foram utilizados no Restaurante AuthoralFoto: Haruo Mikami

Para conectar a rua comercial e a superquadra residencial através do restaurante, os arquitetos optaram por elementos característicos do bairro, sobretudo, as grades. Nas duas fachadas, elas foram utilizadas com painéis soldados de tela aramada de aço galvanizado com diferentes gramaturas. Obedecendo a um vão de 50 cm, foi criada a segunda pele dessa estrutura metálica. Dessa forma, o vazio entre os gradis foi ocupado por trepadeiras das espécies jasmim-dos-açores e sapatinho-de-dama, as quais enfeitaram o projeto e protegeram o interior da insolação direta.

Segundo Mangabeira, essas superfícies metálicas foram incorporadas ao restaurante não somente nas fachadas, como também no forro e nas paredes internas. Junto às instalações e às lajes de concreto, ambas mantidas aparentes, o projeto reforça seu caráter industrial. “Também utilizamos outros materiais encontrados nas calçadas e nas paredes dos outros comércios, como os tijolos maciços e o cimento queimado”, menciona o arquiteto.

Além de conferir estilo industrial, os materiais crus trazem urbanidade ao restaurante, da mesma forma que os grafites assinados pelos artistas Toys+Omik e POMB. No salão principal, o desenho se estende pela parede de pé-direito duplo.

Sob claraboias

Outro destaque do Restaurante Authoral está no mezanino onde estão instaladas as claraboias retráteis. Feitas de vidro laminado e estruturadas por perfis metálicos de chapas dobradas, elas são controladas pelo controle remoto. Em seguida, a abertura recebeu cortinas horizontais, que protegem o local da incidência solar.

 

Fornecedores desta obra

Escritório

BLOCO Arquitetos Associados10 projeto(s)

Local: DF,Brasil
Conclusão da obra: 2016
Área construída: 262

Tipologia:
Comercial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

SlideshowDesenhos e plantas
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo