> > > Kraft Foods

Kraft Foods

Kraft Foods
Valores como integração e comunicação fazem parte do projeto de arquitetura e decoração da nova sede da Kraft Foods, em São Paulo, que prioriza o bem-estar dos funcionários Foto/Imagem:Pregnolato & Kusuki

Delicioso dia a dia

Ao mudar de Curitiba (PR) para São Paulo, a Kraft Foods, segunda maior empresa do setor de alimentos no mundo, precisou de um escritório-sede que refletisse as principais mensagens da marca A necessidade de crescimento físico e mudança de endereço aconteceu após a empresa realizar uma fusão, em 2010. Para atender à nova realidade, implementamos um espaço com 6 mil m² que permite total mobilidade Sérgio Athié e proporcionasse aos funcionários conforto e tranquilidade. Também era fundamental comportar o crescimento das operações e receber novos colaboradores – tudo isso sem deixar de lado a sustentabilidade. O novo projeto, criado pelo escritório Athié|Wohnrath permite acomodar um grande número de funcionários, e, principalmente, eliminar no ambiente de trabalho as barreiras físicas existentes entre as pessoas. “A necessidade de crescimento físico e mudança de endereço aconteceu após a empresa realizar uma fusão, em 2010. Para atender à nova realidade, implementamos um espaço com 6 mil m² que permite total mobilidade”, informa Sérgio Athié, arquiteto e sócio-diretor da Athié|Wohnrath.

Nova sede

Distribuído em quatro andares, o escritório ficou pronto em seis meses. Um dos desafios dos arquitetos era transportar espaços existentes na antiga empresa no Paraná, além de habilitar a estrutura do edifício para realizar as tarefas diárias, uma vez que muitos colaboradores se mudariam para São Paulo, continuando a rotina de trabalho. O arquiteto Sérgio Athié conta que a obra veio repleta de significado. “Não estávamos fazendo um simples escritório, mas um espaço onde todos deveriam se sentir em casa, pois grande parte das pessoas precisou fazer uma mudança radical em suas vidas”, pontua. “Buscamos uma transformação do nosso ambiente de trabalho, um ambiente onde nossos colegas, visitantes e consumidores pudessem experimentar e viver dias deliciosos. Ou seja, um ambiente vibrante, que estimulasse colaboração, transparência e integração”, completa Roseli Marinheiro, diretora de RH da Kraft Foods Brasil. Para isso, foram adaptados um restaurante e uma loja em um prédio comercial já com certificado LEED (Leadership in Energy and Environmental Design). O escritório da Kraft tem selo LEED CI Gold.

Kraft Foods - Delicioso dia a dia
A proposta descontraída do projeto abriu a possibilidade de inserir materiais e cores contrastantes na decoração de interiores Foto: Pregnolato & Kusuki

Estrutura e layout

A empresa conta com tecnologia de ponta para suprir qualquer necessidade de conexão ou Buscamos uma transformação do nosso ambiente de trabalho, um ambiente onde nossos colegas, visitantes e consumidores pudessem experimentar e viver dias deliciosos. Ou seja, um ambiente vibrante, que estimulasse colaboração, transparência e integração Roseli Marinheiro expansão em um futuro próximo. Em todos os pavimentos ocupados pelo staff da Kraft Foods, as estações de trabalho são baixas, com pequenas divisórias. A configuração em open space proporciona visibilidade total entre as pessoas que ocupam o mesmo andar, aumentando a comunicação e a sensação de bem-estar durante o período de trabalho. Nesses pavimentos, as áreas comuns possuem piso vinílico que imita madeira, e são dotadas de cadeiras e mesas, podendo ser utilizadas para reuniões casuais. O conceito open space mantém as salas de reuniões e da diretoria visíveis, embora fechadas com vidro. “Enquanto o fechamento garante o isolamento acústico necessário, a transparência integra ainda mais todos os funcionários”, explica Sérgio Athié. Pequenos jardins fechados trazem um pouco da natureza para o escritório, dando um ar mais descontraído e agradável. No último andar, encontram-se a recepção, o restaurante e a loja, além de áreas de descompressão sugeridas pelos arquitetos. “Por ser um ambiente naturalmente descontraído, tivemos a liberdade de criar salas voltadas para o lazer, uma delas com uma pequena biblioteca, onde é possível relaxar ou até fazer encontros menos formais”, relata o arquiteto. A proposta abriu a possibilidade de inserir materiais contrastantes – como o piso branco em marmoglass – que proporcionam ângulos de perspectiva diferenciados.

Comunicação visual em destaque

Para complementar, a comunicação visual ganhou destaque em todos os andares. Imagens e valores da empresa estampam painéis e, nos quatro andares – incluindo salas de reunião – televisores exibem comunicados e mensagens importantes para os funcionários. “Tudo isso é integrado ao espaço e sem atrapalhar o rendimento diário das pessoas”, pontua Sérgio.


Fornecedores desta obra

Forro de Gesso

Gypsum Drywall

Escritório

Athié Wohnrath17 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2010
Conclusão da obra: 2010
Área construída: 6.000

Tipologia:
Corporativo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo