Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Móveis brasileiros premiados na iF Design Award 2017

Cadeira Yori, de Ronald Sasson. Foto: Itália; Cadeira Mia, de Jader Almeida. Foto: Alessandro Gruetzmacher

Redação Galeria da Arquitetura

Dentre as sete categorias do iF Design Award 2017, a de design de produto teve um número representativo de brasileiros premiados. Composta por 11 nomes a seleta lista destaca Ronald SassonJader AlmeidaMariana Betting e Roberto Hercowitz, que desenvolveram peças de marcenaria.

Confira alguns móveis laureados no iF Design Award 2017:

Cadeira Yori – Ronald Sasson

A poltrona é feita de carbono e revestida em lâmina de nogueira, com pintura acetinada e estofaria de algodão. Com muita leveza, parece flutuar.

(Crédito: Itália)

Cadeira Mia – Jader Almeida

Vencedora do Good Design Award de Chicago (EUA), a peça foi desenhada para a SOLLOS – indústria de design na qual Jader é diretor criativo. Com contornos sutis e fluidos, a cadeira parece envolver o corpo do usuário. De acordo com o designer, ela será lançada internacionalmente ainda este ano.

(Crédito: Alessandro Gruetzmacher)

Cavalete Split – Oppa Design

A peça, que foi criada pela designer alemã Louisa Köber para a marca brasileira Oppa Design, surgiu da técnica de divisão de bambu. Inspirando-se nessa arte, Köber percebeu que poderia aplicá-la ao metal e, assim, fabricar uma perna de mesa a partir de um único tubo. Partindo-se em duas partes, seu interior mostra tonalidades vibrantes e que dão destaque à estrutura. 

(Crédito: Divulgação)

Banco Ratoeira – Em2 Design

Criado pelos designers Mariana Betting e Roberto Hercowitz, do escritório carioca Em2 Design, o banco foi inspirado na armadilha de pegar roedores. Feita em madeira jequitibá com pés em aço inox, a peça possui um sistema de alavanca com pés laterais soltos, que travam o assento apenas com o peso do corpo.

(Crédito: Divulgação)

Questto|Nó – Coleção Duppla

O produto é um sistema para acabamentos de móveis residenciais e comerciais. Cantoneiras, dobradiças e puxadores se convertem em um único componente de encaixe e travamento capaz de conectar todos os elementos aos perfis metálicos.

(Crédito: Divulgação) 

Estante Inhoffice – Mônica Monteiro e Luciano Monteiro

O móvel pode ser utilizado de duas maneiras – como divisória e estante. Ele é constituído por inúmeros módulos que compõem uma pluralidade de cavidades horizontais opostas. Na extremidade de cada um desses módulos, utiliza-se uma coluna que faz a junção de todos os componentes. Por isso, o mobiliário é versátil e pode ser montado de acordo com o layout desejado. 

(Crédito: Divulgação Inhoffice)

Confira aqui a lista completa dos brasileiros premiados no iF Design Award 2017
Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo