Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

10 arquitetos brasileiros que projetaram seu próprio escritório

Redação Galeria da Arquitetura

Nada deve ser mais gratificante para um arquiteto do que projetar o próprio local de trabalho. Há quem diga que é mais fácil, supondo que o profissional conhece a fundo as necessidades da sua empresa e os desejos dos colaboradores. Outros dizem que é mais difícil – afinal, todos os outros clientes têm prioridade.

Para matar a curiosidade, fizemos uma lista com 10 escritórios de arquitetura que projetaram sua própria sede. Confira!

1. Skylab Arquitetos

Com pé-direito de 5 metros de altura, a sede do escritório se destaca pelo uso de materiais rústicos, como concreto e tijolo aparentes. Um dos objetivos dos sócios, Guilherme Ferreira e Frederico Andrade, era humanizar o escritório. Por isso, os ambientes têm sempre a companhia de jardins e árvores.

Crédito: Maria Andrea e MCA Studio

2. Hype Studio Arquitetura

O escritório concebeu o República 358, novo espaço de trabalho (andar superior), e também a segunda unidade do Café República (andar inferior). Por estar localizado na região central de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, o edifício foi reformado para representar um lugar que respira a vida urbana.

Entre as principais soluções adotadas pelos arquitetos, estão a escada executada em compensado naval, bem como a cobertura que explora o pé-direito e deixa à mostra as telhas metálicas.

Crédito: Marcelo Donadussi

3. Une Arquitetura

O arquiteto Jeferson Hernandes tinha o desejo de trabalhar em um espaço completamente aberto. Por isso, ele manteve o staff (piso térreo) livre, apenas com uma pequena divisória que define a recepção e uma escada metálica.

Esses elementos marcam o projeto arquitetônico junto à estrutura em viga I, que corta toda a extensão do ambiente e permite a instalação de um mezanino, onde fica a sala de reunião.

Crédito: Bulla Jr.

4. Sandra Moura Arquitetura

No projeto criado para sua própria empresa, a arquiteta Sandra Moura resume: “minha ideia foi criar um escritório que tivesse a ‘cara do futuro’. Não adiantaria criar em cima de um conceito considerado moderno se, em pouco tempo, ele ficasse ultrapassado. Tivemos que ir além”. Então, nada mais conveniente que construir um edifício sustentável.

Com isso, a profissional adotou um sistema moderno de automação, que permite diversos controles, desde travar as portas até controlar os sistemas de ar-condicionado e iluminação. Além dessa tecnologia, a instalação dos muxarabis protege a fachada da insolação, o que minimiza os custos com climatização artificial.

Crédito: Cácio Murilo

5. Estúdio Paulo Alves

Além de arquiteto, Paulo Alves também é designer especializado em móveis e projetos especiais de marcenaria. Os produtos idealizados por ele são a alma de seu escritório, que fica no bairro  Vila Madalena, em São Paulo.

Crédito: Lucas Rosin

6. Arquea Arquitetos

A sede funcionava na frente do lote onde era a garagem da casa da avó de um dos sócios da Arquea. Com o crescimento da empresa, o jardim entre a morada e o escritório tornou-se ideal para abrigar o anexo do escritório.

“Como o imóvel não era propriedade nossa, pensamos em um projeto que pudesse facilmente ser desmontado e transportado para outro local”, conta o arquiteto Fernando Caldeira de Lacerda.

Para isso, foi necessário construir um volume de madeira e vidro, que parece flutuar sobre o chão a partir de pequenos pilares de concreto.

Crédito: Patrícia Lion

Crédito: Arquea Arquitetos

7. AUÁ arquitetos

Pisar, sentar e trabalhar: assim foi concebido o local de trabalho do AUÁ arquitetos. O elemento que representa esse conceito é a arquibancada multiuso, produzida com placas de OSB. Ela pode ser utilizada como sala de reunião, espaço de leitura e conversa.

No teto, a grelha pendurada por vigas metálicas preenche todo o espaço, deixando-o mais aconchegante, além de diminuir a altura do pé-direito. 

Crédito: Luiz Carlos Bulla Jr.

(Crédito: AUÁ arquitetos)

8. Leonetti Piemonte Arquitetura

As arquitetas Isabela Leonetti e Pierina Piemonte desenvolveram o projeto do próprio escritório investindo em muitas cores. O maior exemplo é o mural, cujo desenho foi assinado por Juliana Andrade (ex-funcionária) e pintado por toda a equipe. De acordo com as titulares, a intenção era criar um espaço estimulante e agradável para seus colaboradores.

Crédito: Edson Ferreira

9. L. Maia Arquitetos

Neste projeto, os ambientes jovens e criativos refletem a identidade da equipe de L. Maia. O destaque do espaço é a sala de reunião, uma espécie de “aquário” com desenhos despojados e coloridos.

Crédito: Vilmar Costa

10. Studio Alencar

Os arquitetos Nicholas Alencar e Fernanda Rabello desejavam trabalhar em um espaço inspirador e confortável, tanto pelo design quanto pelo layout. Os sócios apostaram no estilo industrial da cidade de Nova Iorque e incorporaram, basicamente, o concreto aparente e as luminárias pendentes.

Crédito: Alexandre Zelinski

Crédito: Studio Alencar
Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo