> > > Casa MM

Casa MM

Casa MM
Projetada para favorecer a ventilação, a Casa MM expõe em sua arquitetura pé-direito variável, brises-soleil e teto verde. Tudo para vencer o clima quente interiorano Foto/Imagem:Fernando Guerra

Bons ventos

Projetada em um generoso terreno de 4.500 m², em Bragança Paulista, interior do estado de São Paulo, a Casa MM é pautada pela questão climática, que define a habitabilidade da construção. Todos os ambientes têm ventilação priorizada por meio de portas camarão de madeira – brises-soleil que podem ser inteiramente abertos e filtram a entrada de luz natural para o interior da residência. Com ventilação cruzada permanente, a varanda convida à permanência mesmo nas altas temperaturas típicas do interior paulista, no sudeste do BrasilMarcio Kogan

O teto verde também funciona como isolante térmico, pois ameniza a incidência do sol, além de conferir peculiaridade à volumetria, acentuada pela longa faixa de madeira nas laterais e definida por empenas de concreto nas extremidades.

“Com ventilação cruzada permanente, a varanda convida à permanência mesmo nas altas temperaturas típicas do interior paulista, no sudeste do Brasil”, explica o arquiteto Marcio Kogan, do escritório StudioMK27. Trata-se de um ambiente que estrutura o espaço social da casa e comporta cozinha e estar. Singular, exibe um forro com pé-direito baixo, horizontal e de concreto aparente, criando uma atmosfera aconchegante. Já os ambientes internos acompanham o desenho do telhado em águas, construído com ripas de madeira, acompanhando a inclinação do teto verde. As diferentes alturas do forro acentuam o caráter de transição entre o exterior e o interior da casa e dividem visivelmente a construção em dois blocos de madeira.

Casa MM - Bons ventos
Todas as bordas da piscina são infinitas, com exceção de uma das extremidades, onde fica o deque de madeira Foto: Fernando Guerra

Divisão

O bloco sul abriga a garagem e a sala de TV – aberta para a varanda. O bloco norte guarda os quartos, a cozinha, as áreas de serviço e a sala – que também se conecta com o vazio do eixo perpassante. Isso acontece porque a obra é organizada pelo cruzamento de dois eixos perpendiculares em um único andar térreo.Em um dos eixos há a volumetria horizontal da casa, com uma extensa cobertura verde que eleva a grama do terreno e funde o entorno com a construção. No outro, há o vazio organizado por um deque de madeira que funciona como uma passarela e leva à piscina de planta quadrada e borda infinita, totalmente integrado à paisagem deslumbrante. “Os blocos se conectam exatamente no eixo do deque por meio de amplas portas de correr”, observa Kogan.Os blocos se conectam exatamente no eixo do deque por meio de amplas portas de correrMarcio Kogan

Design generoso

A decoração é marcada pelo perfeccionismo no design. O mobiliário é composto por peças clássicas de design europeu como os sofás Nébula Nine, poltronas Dinamarquesa, cadeiras Wishbone CH24, e peças assinadas pelo próprio StudioMK27 como a mesa de jantar de madeira e ferro, estantes, mesas e bancos feitos de toras de madeira. A sala de estar e jantar é um exemplo de atemporalidade. Com claras influências modernistas, a paleta de cores neutra associada ao aconchego da madeira, demonstra a preocupação em preservar a amplitude do espaço sem perder as características marcantes do estilo único do escritório.

 

 

 

Fornecedores desta obra

Escritório

studio mk2732 projeto(s)

Local: SP,Brasil
Início do projeto: 2009
Conclusão da obra: 2012
Área do terreno: 4.500
Área construída: 715

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

SlideshowDesenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidadesfechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo