,
> > > Residência em Morro Reuter

Residência em Morro Reuter

Residência em Morro Reuter
Blocos desalinhados e materiais naturais são características marcantes da Residência em Morro Reuter, projeto do escritório Comunello Felix Arquitetura Foto/Imagem:Divulgação Comunello Felix Arquitetura

Volumes deslocados

A Residência em Morro Reuter, autoria do escritório Comunello Felix Arquitetura, foi projetada com volumes deslocados e materiais locais, como provam as pedras do primeiro pavimento originárias da Serra Gaúcha, onde a casa está localizada.

“A ideia desses volumes deslocados é o grande diferencial do projeto arquitetônico e foi o que acabou direcionando a planta baixa. Sabíamos que esse tipo de volumetria naquele terreno, que não possuía muita largura, ficaria muito bem”, comenta o arquiteto Pedro Comunello Felix.

Materiais locais, integração e volumes limpos

Além das pedras adquiridas de um fornecedor local, o projeto usou materiais aproveitados de uma antiga casa de madeira. Esse elemento foi usado para fazer as paredes do segundo pavimento e diversos detalhes da residência, como guarda-corpo, lareira, entre outros.

“O proprietário comprou essa casa de madeira bem antiga, então existem divisórias internas de parede feitas de madeiras aproveitadas, assim como no pergolado dos fundos”, explica o arquiteto.

Residência em Morro Reuter - Volumes deslocados
O conceito para o designer de interior foi pensado com móveis práticos, de fácil manutenção e com conforto necessário para uma casa de campo, seguindo o estilo contemporâneo e rústico Foto: Divulgação Comunello Felix Arquitetura

Para a construção da Residência em Morro Reuter, os arquitetos procuraram trabalhar dentro da tipologia comumente usada pelo escritório, com composição de volumes limpos, tirando partido dos deslocamentos de volumes e vazados.

Por ser uma casa de final de semana, o layout favoreceu a integração dos ambientes, de modo que a família fique unida nos momentos de uso do projeto. A integração com o espaço exterior é outro destaque, aproveitando os belos visuais da região e criando um prolongamento dos ambientes internos.

O projeto de interiores foi pensado com móveis práticos, de fácil manutenção e com conforto necessário para uma casa de campo, seguindo o estilo contemporâneo e rústico.

Sustentabilidade, paisagismo e iluminação

Como solução de sustentabilidade para a Residência em Morro Reuter, os arquitetos usaram materiais encontrados na região e de baixo custo. Além disso, fizeram um reservatório superior para captação de águas da chuva para reaproveitamento nas bacias sanitárias e para limpeza geral. Por fim, há aproveitamento do calor da lareira: a chaminé passa pelos quartos reaproveitando a energia gerada para aquecer também esse ambiente.

Para o projeto de paisagismo, o escritório utilizou a vegetação existente no local, e a família colocou algumas plantas com as quais tinham ligação afetiva.

No projeto de iluminação destacam-se as grandes áreas de aberturas, voltadas principalmente para o norte, para deixar a residência com boas entradas de luz.

Escritório

Comunello Felix Arquitetura3 projeto(s)

Local: RS,Brasil
Início do projeto: 2010
Conclusão da obra: 2011
Área do terreno: 800
Área construída: 170

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo