> > > Residência Nando Reis

Residência Nando Reis

Residência Nando Reis
Um antigo sobrado da década de 1940, cuja reforma foi assinada pelo arquiteto Paulos Alves, hoje é o lar do músico Nando Reis Foto/Imagem:Fernanda Petelinkar

Reduto do compositor

As árvores do bairro paulistano do Pacaembu escondem um tradicional sobrado de 1940. Reformado em 2009 pelo arquiteto Paulo Alves, o local atualmente é o refúgio do músico e compositor Nando Reis. “A vontade do futuro morador era ter uma casa com ambientes mais amplos e arejados para acomodar seu estilo de vida”, comenta o responsável pelo projeto arquitetônico.

A vontade do futuro morador era ter uma casa com ambientes mais amplos e arejados para acomodar seu estilo de vida Paulo Alves

A premissa para o retrofit da Residência Nando Reis foi manter o máximo possível da construção existente, mas abrindo vãos maiores e aumentando a entrada de luz. Diante disso, foi necessário reforçar levemente a estrutura existente, com exceção da edícula externa que foi feita do zero, pela fragilidade que ela apresentava.

Originalidade

Alves conta que as paredes externas foram descascadas e os antigos tijolos de barro foram deixados à mostra. “O sobrado original era feito com tijolinhos e, na reforma, optamos por deixá-los aparentes e por revestir algumas paredes com concreto, deixando o material também evidente”, completa.

A residência ganhou um novo ar com a revitalização das janelas, portas e algumas outras partes, como o forro da entrada e os beirais do telhado. O respeito pela arquitetura brasileira antiga e contemporânea guiou o arquiteto no projeto da Residência Nando Reis, sendo possível notar a originalidade da construção.

Para o arquiteto, o restauro das partes originais foi o trabalho mais delicado. “Muitas vezes o resultado não fica como desejado, mas nessa situação foi surpreendente. O resultado final valeu muito a pena”, exalta.

Casa Rosa

Os muros externos foram pintados em quatro tons diferentes de rosa – um dos desejos especiais do músico. A partir disso, a morada foi apelidada de Casa Rosa.

“Os tons de rosa ressaltaram ainda mais o verde das árvores e destacaram a fachada. Espadas de São Jorge, uma jabuticabeira no fundo e uma densa vegetação na entrada são os pontos altos do projeto”, afirma Alves.

O projeto de paisagismo é de autoria de Ricardo Vianna, que usou as espécies de plantas favoritas do morador, grande apreciador da botânica, para completar o trabalho.

Amplitude interna

Residência Nando Reis - Reduto do compositor
A cozinha recebeu novas aberturas e ficou mais amplaFoto: Fernanda Petelinkar

Foi preciso reforçar a estrutura de concreto para remover as paredes no interior da residência e ampliar os espaços. “O concreto aparente atravessa toda a construção, com acabamento à vista em contraste com as paredes brancas”, revela o arquiteto.

Os ambientes internos ficaram bem maiores, sendo que o quarto principal é a união de três antigos dormitórios e conta, ainda, com um closet feito com paredes de madeira. A sala de estar foi ampliada, deixando uma área reservada para músicas e um convívio mais íntimo. A cozinha ficou mais aberta, com grandes janelas que proporcionam mais ventilação e garantem melhor conforto térmico.

Decoração estilo Nando Reis

A casa parece estar fora do agito de São Paulo, sobretudo pela paz que ela proporciona Paulo Alves

A decoração aproveitou parte do mobiliário e peças do compositor, adaptando-os para o novo espaço. "Todos os móveis possuem uma característica única e ligam o morador ao espaço”, conta Alves.

Uma peça importante no design de interiores é a mesa Planalto, que fica na sala de jantar e foi criada pelo arquiteto especialmente para o morador. O painel de madeira que fica junto à cabeceira da cama no dormitório principal também foi customizado para o projeto.

Uma coleção de quadros, esculturas e objetos garimpados trazem um tom terroso à Residência Nando Reis. Amante de obras de arte, o músico comprou uma grande tela do pintor Rodrigo Andrade para estampar a parede da sala de jantar, que precisou ser ampliada para acomodar a peça.

Forte identidade

O arquiteto conta que a reforma buscou ao máximo atender às necessidades do proprietário e preservar sua individualidade. Ao se renovar por completo o antigo sobrado, o projeto ganhou uma forte identidade. “A casa parece estar fora do agito de São Paulo, sobretudo pela paz que ela proporciona”, conclui Alves.

Escritório

Estúdio Paulo Alves2 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2007
Conclusão da obra: 2009
Área construída: 400

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Mantenha-se atualizado! Receba
gratuitamente os Boletins e Informativos
da Galeria da Arquitetura

E-mail cadastrado com sucesso!

Você ficará informado sobre tudo que acontece
no mundo da Arquitetura. Aproveite!

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo