,
> > > Templo budista Zu Lai

Templo budista Zu Lai

Templo budista Zu Lai
A relação do conjunto com a natureza, ora mantida como mata nativa e ora conformada em pátios através dos pavilhões, é o principal destaque do projeto Foto/Imagem:Divulgação Shieh Arquitetos Associados

Inspiração chinesa

Inspirado na arquitetura tradicional chinesa da comunidade Taiwan, a construção do Templo Zu Lai está inserido na paisagem bucólica da cidade de Cotia, em São Paulo, e é considerado o maior monastério da escola budista Fo Guan Shan.

“A instituição taiwanesa preza que seus templos ao redor do mundo propiciem quatro pontos de difusão: educação, cultura, beneficência social e purificação espiritual. Assim, nosso projeto em Cotia busca atender esse requisito a partir da relação intrincada de seus edifícios com a privilegiada paisagem do terreno”, explica o arquiteto Leonardo Shieh.

Para o monastério brasileiro, a ideia foi usar, além das referências antigas, projetos contemporâneos similares existentes em Taiwan, Los Angeles e Sydney. Diferentemente de templos sóbrios e escuros, a escola budista opta por templos claros, com ambientação mais leve.

Estrutura de concreto e alvenaria com revestimento em pintura e caixilhos de alumínio forma a fachada. Os telhados tradicionais são compostos por telhas esmaltadas e importadas de Taiwan.

Relação com a natureza

O destaque do projeto é a relação existente entre a arquitetura e a natureza, ora mantida como mata nativa, ora ajardinada, ora conformada em pátios por meio dos pavilhões. “A natureza faz parte do processo meditativo budista e a escalada do pórtico de entrada até o pavilhão principal também reforça esse conceito” comenta o arquiteto.

“Por se tratar de um grande conjunto arquitetônico com diversos salões de usos distintos, buscou-se uma ambientação apropriada para cada função, como uma das soluções de layout”, relata Leonardo. Todos os ambientes contam com iluminação e ventilação natural e são interligados pelas galerias cobertas.

O pavilhão principal, de amplo pé-direito, é iluminado por grandes pendentes que projetam luz para cima e para baixo. À noite, a atenção concentra-se em milhares imagens de Buda que revestem as paredes, contíguas em altura e largura.

Fornecedores desta obra

Escritório

Shieh Arquitetos Associados4 projeto(s)

Local: SP,Brasil
Início do projeto: 2001
Conclusão da obra: 2003
Área do terreno: 39.000
Área construída: 6.100

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo