,
> > > Estúdio do Artista Residente

Estúdio do Artista Residente

Estúdio do Artista Residente
Inspirado na vida e obra de José Rufino, o Estúdio do Artista foi criado pela arquiteta Sandra Moura para a CasaCor SP, que colocou em primeiro plano o design e a botânica Foto/Imagem:Divulgação Sandra Moura Arquitetura

Morada artística

O escritório Sandra Moura Arquiteturadesenvolveu o Estúdio do Artista, um projeto de interiores cuja premissa era unir o design e a botânica para criar um lugar de habitação com arte. O local foi criado para a CasaCor São Paulo de 2017 em homenagem ao artista plástico e escritor paraibano José Rufino.

Inspiração no modo de vida

A arquiteta se inspirou nas obras, hábitos e ateliê de Rufino, trazendo para o ambiente referências regionais unidas ao design contemporâneo, o que resultou em um espaço simples e sofisticado.

A maior dificuldade para o escritório foi incluir todos os ambientes de uma residência – sala de estar, cozinha, dormitório e banheiro, somados ao local de trabalho do artista – em um lugar com pouca metragem.

Um dos elementos de design que se destaca no projeto é a estrutura metálica que percorre hall, copa, quarto e terraço, desempenhando diversas funções, como estante, vitrine e até mesmo cabide. Essa armação foi reutilizada de uma antiga obra e adaptada ao espaço.

Outro elemento característico que domina parte do estúdio é o painel fotográfico, que mostra a reserva da Mata Atlântica.

Layout exclusivo

Estúdio do Artista Residente - Morada artística <BR>
O conceito loft, que pressupõe a integração de ambientes, é reforçado através da estrutura metálica que permeia todo o espaço Foto: Divulgação Sandra Moura Arquitetura

O escritório adotou o conceito loft, portanto, os ambientes são integrados, e essa ideia é reforçada através da estrutura metálica que permeia todo o espaço.

A arquiteta reuniu as características do artista José Rufino para desenvolver o projeto de interiores. Nessa pesquisa entraram materiais específicos como, plantas raras, móveis e objetos de design especial, rochas, estruturas metálicas e texturas.

Entre os materiais usados no projeto destacam-se o quartzito Gabana Gray – um revestimento composto de fósseis de centenas de milhões de anos, os estromatólitos – e um parquet cimentício. Ambos convivem em harmonia e propõem uma comunicação entre o elegante e o sóbrio.

Iluminação e paisagismo

O projeto de iluminação foi todo feito a partir de uma calha metálica que ocupa parcialmente o perímetro do espaço, com exceção apenas das luminárias que destacam as obras de arte.

Já no projeto de paisagismo, o escritório fez uma busca entre espécimes raras, optando por Araceae, Cactaceae, Xanthorrhoeaceae, Ruscaceae, Euphorbiaceae e Orchidaceaee Apocynaceae. A vegetação foi tratada como experiência de arte.

Escritório

Sandra Moura Arquitetura4 projeto(s)

Local: SP,Brasil
Início do projeto: 2017
Conclusão da obra: 2017
Área construída: 100

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo