> > > Grupo Elopar

Grupo Elopar

Grupo Elopar
O projeto do Grupo Elopar, em Barueri, acomoda diferentes empresas em um ambiente neutro e prático, que preserva a identidade de cada uma delas Foto/Imagem:João Pregnolato

Sem ostentação

Criado pelo Banco do Brasil e pelo Banco Bradesco, o Grupo Elopar é uma holding que controla empresas como a Alelo, o Cartão Elo e a ibi Promotora. O prédio, localizado em Barueri (SP) e desenvolvido pelo escritório de arquitetura Athié Wohnrath, precisava ter uma mesma linguagem de ocupação para todas essas empresas, mas de uma forma que elas não perdessem a sua identidade.

Para atingir esse objetivo, os arquitetos optaram pela uniformização e integração do layout. “O layout praticamente aberto fez com que a economia de ar-condicionado e iluminação fossem enormes”, conta o gerente de projetos Marcelo Daher.

A linha que norteou o design dos arquitetos foi um conceito bem limpo, sem muita informação, e funcional. “O briefing era não ostentar, mas agradar”, revela o arquiteto.

De acordo com Daher, o projeto buscou flexibilidade, transparência e ambientes sem nenhuma hierarquia. “Além disso, ele foi concebido em função das características técnicas do prédio”, acrescenta.

Programa amplo

Uma das dificuldades dos arquitetos foi lidar com a solicitação de muitos espaços de reunião. A solução que encontraram foi usar todo o ambiente. Para isso, tiveram de abrir as fachadas das salas para os colaboradores, e criar ambientes informais de reuniões, assim como um outro espaço mais amplo e formal.

O projeto conta com recepção, que por causa do seu tamanho também funciona como foyer e local de evento; 4 salas de reunião, com tamanhos e tipologias diferentes; uma sala para o CEO; copa e central de trabalho.

Materiais práticos e simples

Grupo Elopar - Sem ostentação
O diferencial do projeto foi uniformizar o layout, sem que cada empresa que ali atua perdesse a sua identidade Foto: João Pregnolato

O projeto de interiores foi feito com materiais práticos e elementos nada rebuscados. A ideia era dar destaque ao colaborador, então o escritório procurou deixar o ambiente o mais neutro possível.

A madeira é o elemento que predomina no projeto, sendo usada nos pisos, painéis, móveis e bancadas. O vidro foi usado nas portas de correr e nas salas de reunião, nas quais se optou pelo material duplo, que confere maior privacidade.

Acústica, automação e iluminação

Para melhorar a acústica, o escritório utilizou o equipamento de sound masking, um produto que mascara o som, que proporcionou maior sigilo e privacidade às reuniões.

“O prédio já apresentava alguns recursos de automação, mas implementamos também na iluminação e controle de presença das salas de reunião. Para os diversos usos de reuniões, customizamos tecnologia como projetor, TV’s, videowall, entre outros”, explica Daher.

“O prédio já apresentava alguns recursos de automação, mas implementamos também na iluminação e controle de presença das salas de reunião. Para os diversos usos de reuniões, customizamos tecnologia como projetor, TV’s, videowall, entre outros”, explica Daher.

Escritório

Athié Wohnrath14 projeto(s)

Local: SP,Brasil
Início do projeto: 2015
Conclusão da obra: 2015
Área do terreno: 750
Área construída: 750

Tipologia:
Corporativo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidadesfechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo